Publicado em 21/01/2016

Jejum intermitente (parte 1)


Existem inumeras estratégias de jejum intermitente / restrição calorica intermitente se popularizando na mídia. Alguns protocolos já foram testados, outros ainda são baseadas em (huuummm ;-((( ).
Tenho certeza de não ter reunido nem parte de todos os protocolos ou dicas disponíveis atualmente, mas, já podemos ter uma idéia de como o assunto é controverso. #CaminhoLongo.

Alguns protocolos utilizados em pesquisas:

1: Estudo com duração de 22 dias; Jejum de 24h (dia sim/dia não). Nos dias de jejum, podiam consumir bebidas livres de calorias, chá, café e chiclete sem açúcar e elevada ingestão de água. Nos dias alimentaro, os indivíduos foram instruídos a comer o que sempre comeram e foram informados que o dobro de seu consumo habitual de alimentos seria necessário para manter seu peso corporal habitual. (Heilbronn et al. 2005)

2: Estudo com 10 semanas de duração; 2 semanas de controle; 4 semanas em jejum intermitente (dia sim/dia não) com alimentos selecionados pelos pesquisadopres e 4 semanas de jejum intermitente com alimentação auto selecionada. (K. A. Varady et al. 2009)

3: Estudo com duração de 12 semanas; durante o período de jejum, os individuos consumiam 25% das suas necessidades energéticas basais por 24h, e nos dias alimentados poderiam comer a vontade por 24h. (K. a Varady et al. 2013)

Alguns protocolos de livros e internet:

1: Jejum de 16h (homens) e 14h (mulheres) com janela alimentar de 8 Horas.
(Martin Berkhan do site LeanGains.com)
Existe uma janela alimentar de 8 a 10 horas.

2: Jejum de 16 Horas, com 4h para ingerir proteínas e 4h à vontade.
(Jason Ferrugia no livro ?Renegade Diet?.)

3: Jejum de 24 Horas, 1 ou 2x na semana.
(Brad Pilon no livro ?Eat Stop Eat?).

Enfim, vamos acompanhar!
Farei mais postagens sobre o tema.
#teamvnutri

Advertência:

A probabilidade de você se dar mal ao seguir alguns desses protocolos sem auxílio de um Nutricionista e/ou Médico é grande.

A saber: Os resultados NÃO foram postados para NÃO induzir você ao erro, do tipo "deu certo na pesquisa cientifica, vou fazer igual". Mais tarde postarei um comentário sobre 3 revisões feitas no ano passado. Não esperem grandes conclusões, já que as pesquisas precisam avançar bastante ainda.

Referências:

1. Heilbronn LK, Smith SR, Martin CK, Anton SD, Ravussin E. Alternate-day fasting in nonobese subjects: effects on body weight, body composition, and energy metabolism. Am J Clin Nutr. 2005;81(1):69?73.

2. Varady KA, Bhutani S, Church EC, Klempel MC. Short-term modified alternate-day fasting : a novel dietary strategy for weight loss and cardioprotection in obese adults 1 ? 3. 2009:1138?1143. doi:10.3945/ajcn.2009.28380.1.

3. Varady K a, Bhutani S, Klempel MC, et al. Alternate day fasting for weight loss in normal weight and overweight subjects: a randomized controlled trial. Nutr J. 2013;12(1):146. doi:10.1186/1475-2891-12-146.